Ligue: (41) 99122-3071

Mesmo com temperatura negativa, mais de 2 mil pessoas participaram da tradicional corrida da RONE em Curitiba

Com os termômetros marcando -1 grau na Capital do estado, 2100 pessoas participaram da 9º edição da, já tradicional, corrida da Rondas Ostensivas de Natureza Especial (RONE), do Batalhão de Operações Especiais (BOPE).

A largada aconteceu às 7 horas no domingo (07/07) na sede da unidade no bairro Santa Felicidade, em Curitiba. A atividade marca a comemoração dos 17 anos da criação da subunidade.

Segundo o Comandante do BOPE, coronel Rui Noé Barroso Torres, é um orgulho realizar mais uma prova, comemorando o aniversário da RONE. “A corrida da RONE, além de um evento de entretenimento e de esporte, sem dúvida é um evento de integração, interação e aproximação com a comunidade. Os atletas vêm ao quartel da RONE, conhecem um pouco do trabalho, e a própria corrida congrega e contribui para essa aproximação entre a subunidade da PM e a população”, disse.

“São 27 anos da criação da RONE, então tornou-se uma tradição nossa comemorar nosso aniversário com essa corrida, sendo nossa 9ª edição. Conseguimos reunir 2.100 pessoas que vieram conhecer nossa casa, na nossa sede nova, e agora foi o 1º ano que começa aqui.”, disse o comandante da unidade, capitão Paulo Alexandre Rodrigues.

“Mesmo com a temperatura negativa a corrida, foi muito boa. O trajeto não é para iniciantes, por ser complicado, são 7 quilômetros de bastante subidas e descidas”, complementou o capitão, que correu junto com o pelotão fardado da RONE.

O primeiro colocado geral masculino, Cristiano Gonzaga Leôncio. já tem a corrida como estilo de vida e terminou o percurso com 23 minutos e 31 segundos. “Essa é a primeira vez na corrida da RONE, gostei da prova, o trajeto é meio pesado, mas é legal, é desafiador. Pretendo participar mais vezes, apesar de o percurso ser meio pesado foi muito interessante”, disse.

Com 29 minutos e 29 segundos Cristine Lopes, foi a primeira colocada na categoria geral feminina. “Eu faço triathlon, provas de longa distância, e estou me preparando para o mundial na França, agora em setembro. Essa é a primeira vez que participo da corrida da RONE, lindo percurso, mas eu não achei nenhuma reta, só tinha subida ou descida, mas um lugar maravilhoso em Curitiba, amei e pretendo retornar todos os anos”, disse.

Na categoria RONE, o soldado Luan Marcos dos Santos completou os 7 quilômetros com 27 minutos e 13 segundos. “Me preparei ao menos quatro meses para poder fazer uma boa prova. Sempre participo das corridas da PM e da RONE, é uma corrida muito tradicional com 27 anos da RONE, uma prova bem difícil, estava bem frio, mas foi bem legal, todos os participantes gostaram”, contou.

“Foi uma ótima prova, depois de 35 anos praticando atividades físicas. Importante é ter saúde e estar aqui participando. Eu sempre participo das corridas da Polícia Militar, mas a da RONE foi a primeira vez”, disse o Antônio França, de 73 anos, que foi o melhor colocado na sua categoria, com 36 minutos e 35 segundo de prova.

HISTÓRIA - A RONE é uma subunidade do Batalhão de Operações Especiais (BOPE) e foi criada no dia 13 de julho de 1992, pelo Comando do Policiamento da Capital (CPC). A unidade constituem em tropa especialmente treinada e preparada para o combate à criminalidade violenta, atendendo ocorrências de vulto como: roubos executados pôr quadrilhas, latrocínios, extorsões mediante sequestro e tráfico de drogas.

Fonte: Secretaria da Segurança Pública e Adm Penitenciária